A alegre Jamaica

  • 6 de novembro de 2017
  • 0 Comentários

Que tal conhecermos a terra do Reggae e das boas energias? Sim, nossas dicas de hoje vão a famosa ilha no Caribe, Jamaica. Com paraísos naturais e praias lindas típicas do continente, a região se destaca pelo seu povo tão feliz, receptivo e pacífico. Então não deixe de aproveitar o máximo o contato com esses nativos incríveis, e claro, as tantas belezas. Aqui vamos lhe apresentar os melhores lugares para se visitar na Jamaica.

Nosso ponto de partida é certo, a capital Kingston. É na cidade que fica o único aeroporto da ilha. Apesar de reduzido o número de pontos interessantes, não deixe de ir em alguns lugares. Aqui o pecado é não ouvir a música local (quase impossível também, toca em qualquer lugar). E além de ouvir em alguns bares, como o Dup Club, você também pode saber mais sobre e comprar até discos. Se quiser, vá ao Tuff Gong, lá você encontra ótimos CD’s para comprar. O melhor deixamos para o final, The Bob Marley Museum. O museu conta tudo desse que foi o maior ícone do país, experiência incrível.

Próxima parada, vamos ao lado leste da ilha, PortAntonio. E o primeiro lugar que mais nos surpreendeu foi o Blue Lagoon. Uma lagoa de cor ABSURDAMENTE TURQUESA que há boatos de que aqui teria sido gravado algumas cenas do famoso filme “Lagoa Azul”.  E o melhor, a entrada é gratuita.

Nem todos os belos lugares no país terão entrada franca. Um desses é a praia privada Frenchmans Cove. Apesar de não ser pública, sua beleza é estonteante. Misturando vegetação, um rio de cor sobrenatural e a praia em si. Que lugar fantástico.

Indo em direção ao Oeste, pelo litoral, chegamos em Ocho Rios, a cidade das cachoeiras. Uma delas, pequena, porém linda que deságua no mar. Essa é a Dunn’s River Falls. Uma perfeição da natureza que deixa qualquer um admirado.

O Blue Hole é um pouco maior e contém um conjunto de cachoeiras e poços de água esplendidamente coloradas.Aos que gostam de andar como vieram ao mundo, a Tower Isle é uma ótima opção de praia de nudismo.

Por fim não deixe de aproveitar de um passeio radical. É o caso da Mystic Moutain Rainforest em que pode descê-la por uma espécie de montanha-russa, chamada bobsled (também dá nome ao esporte de inverno, que apesar da região ser bastante quente ficou famosa por ter um time nacional no desporto que participa até dos jogos olímpicos de inverno. Essa história inspirou o filme Jamaica Abaixo de Zero).

Ao fim chegamos ao extremo oeste do país, na cidade de Negril. Aqui você também verá praias paradisíacas de tirar o fôlego. Uma delas é a SevenMile Beach. Sem ondas, pode simplesmente deitar na água, delirante.

No Rick’s Café terá um dos visuais mais belos de todo o país. Uma formação rochosa que cerca uma área que mais parece uma piscina natural, de verdade, surreal.

Para cruzar de leste a oeste do país costuma levar 8 horas.  É uma viagem com certas dificuldades pelo transporte público pouco desenvolvido, mas é uma experiência única na vida. Apesar da fama com a maconha e com outras drogas, é legalmente proibido o uso da erva com multa de 50 dólares caso pego. Isso sem contar que é um lugar bem mais seguro que as grandes metrópoles do mundo. Esperamos ter ajudado com informações para as suas possíveis férias. Não se esqueça, dúvidas e aflições, você tira aqui no Viaje. 

deixe seu comentário

Compartilhe