A congelada Patagônia

  • 17 de novembro de 2017
  • 0 Comentários

É muito comum vermos rotas caribenhas ou para outras regiões praianas feitas de cruzeiro, que são maravilhosas. Mas hoje vamos trazer uma rota bem diferente, para você que gosta de aventuras extremas. Que tal ir para um dos paraísos glaciais mais famosos do mundo, a Patagônia? Com montanhas elegantemente cobertas de gelo e espécies únicas na região, essa será uma experiência inesquecível, embarque nessa e conheça mais sobre essa região linda.

São algumas rotas que podem ser tomadas para chegar ou passar pela Patagônia. Uma delas é Puerto Montt/Puerto Aguirre/Quitralco/Castro/Puerto Montt (Chile) feita em 6 dias em águas oceânicas, a outra é por Urshuaia na Argentina e Punta Arenas no Uruguai. Feito mais ou menos 5 dias, o navio pequeno transita por fiordes, entrada de mar entre montanhas e pode viajar com a Via Australis, muito boa e que fornece esse serviço. Para nos localizarmos, a Patagônia fica numa região congelada, a parte mais meridional na América do Sul e próximo ao Polo.

Nas paradas do navio você vai ver um espetáculo de lugar maior que outro, tudo branquinho, e cheio de espécies fantásticas. Inclusive é um dos programas mais legais que você vai fazer aqui. Talvez o animal mais conhecido quando falamos de baixíssimas temperaturas é o pinguim. E em uma das ilhas encontradas próxima a Punta Arenas há um recanto dessa espécie. Conhecida como Ilha Magdalena, é lá que encontramos o Parque Monumento Natural Los Pingüinos e que habitam cerca de 60 mil de casais desse animal muito fofinho. Na ilha além de poder tirar fotos incríveis em elevações, há a possibilidade de se arriscar em caiaques nessas águas congelantes. Várias outras espécies podem ser vistas nessa viagem: golfinhos, elefantes-marinhos, biguás, leão marinhos e outros.

Outro lugar maravilhoso é a Baía de Ainsworth onde poderão ver uma mistura de biomas, desde bosques subpolares extremamente bonitos até pântanos que servem de moradia para castores. Na Baía há, também, o Parque Nacional Alberto de Agostini. O parque é a grande casa de um grupo de elefantes-marinhos. Enquanto no Canal Beagle, já quase no território argentino, em que vão admirar várias ilhas diferentes com uma rica diversidade da fauna.

Em meio ao Canal, há uma ilha em que podemos parar. Na ilha H é muito comum a prática de trekking, que para quem nunca ouviu falar é a famosa caminhada por trilhas. Esta prática é outro belo programa para se fazer na Patagônia. Em meio a tantos visuais lindos, uma trilha nesse lugar é como andar em um museu e admirar várias obras de arte.

Por fim, lembre-se que fará as refeições, curtir as festas, e se aconchegar no cruzeiro, então escolha a opções que melhor atende as suas expectativas. Lembre-se que aqui você acha dicas e informações para suas férias, acesse nos para mais informações.

 

deixe seu comentário

Compartilhe